{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}

Horas : 10:26 (am)

Data : 17/12/2018

CIRE

 

cireO que é:

 

CIRE ou Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas é o diploma legal que regula a insolvência e recuperação de pessoas singulares e empresas.

 

Consultar o CIRE:

 

É possível consultar a versão atualizada do CIRE através deste link: CIRE - consultar.

 

Matérias e processos regulados pelo CIRE:

 

CIRE ou Código da Insolvência e da Recuperação de empresas regula, entre outras matérias, a:

insolvência pessoal;

insolvência de empresas;

- recuperação e revitalização de pessoas singulares, através do processo especial para acordo de pagamento (PEAP);

- recuperação e revitalização de empresas, através do processo especial de revitalização (PER).

 

Artigo 1.º do CIRE - finalidade do processo de insolvência:

 

Nos termos da atual redação do art. 1.º, n.º 1 do CIRE o processo de insolvência tem sempre como finalidade a satisfação dos credores. Simplesmente, a Lei refere dois meios alternativos para alcançar essa finalidade:

- a aprovação de um plano de insolvência baseado, nomeadamente, na recuperação da empresa do devedor; ou,

- a liquidação do património do devedor.

 

Antes de 2012, porém, o CIRE declarava que a finalidade primordial do processo de insolvência era a liquidação do património do devedor e a repartição do respetivo produto pelos credores. Era a consagração expressa do sistema da falência – liquidação.

 

Insolvência e recuperação:

 

Na redação do novo art. 1, n.º 1 o legislador quis claramente privilegiar mais o recurso à revitalização em detrimento da liquidação. Porém, o regime jurídico do CIRE quanto ao processo de insolvência permaneceu, no essencial, inalterado. Daí que, na prática continue a vigorar o sistema da falência - liquidação.

 

Ressalva-se, contudo a existência de dois processos especiais destinadas à revitalização e recuperação dos devedores:

- o processo especial para acordo de pagamento (PEAP), para as pessoas singulares; e,

- o processo especial de revitalização (PER), para as empresas.

 

Entrada em vigor e alterações:

 

O Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas entrou em vigor em 2004, pelo Decreto-Lei n.º 53/2004, de 18 de Março, tendo entretanto sofrido diversas alterações. A última dessas alterações ocorreu em Julho de 2017, com a entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 79/2017, de 30 de Junho, diploma que alterou profundamente o CIRE e que foi aprovado no âmbito do Programa Capitalizar.

 

Ora, o Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas já tinha sido profundamente alterado em 2012, com a entrada em vigor da Lei n.º 16/2012, de 20 de Abril, aprovada no âmbito do Programa Revitalizar. Muitas das soluções normativas deste diploma foram impostas pelo Memorando de entendimento celebrado entre o Estado Português e o BCE, a Comissão Europeia e o FMI.

 

 

Artigos relacionados:

 

CIRE atualizado - PGDL: consultar

-  Processo de insolvência

Insolvência pessoal

Insolvência de empresas

Processo especial para acordo de pagamento (PEAP)

Processo especial de revitalização (PER)

Plano de insolvência

Exoneração do passivo restante

Efeitos da declaração de insolvência

Reclamação de créditos no processo de insolvência

Como declarar insolvência?

 

 

{{#image}}
{{/image}}
{{text}} {{subtext}}